quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Insônia

(Ela me trouxe pra casa... veio alumiando o caminho todo. Serena. Linda. Cheia. Ela.)



Taí um negócio que me tira do sério...


Como a pessoa pode simplesmente não dormir?


Se deita na cama, rola, enrola, lê, fecha o livro, liga aTV, se cobre, se descobre, desliga a TV, levanta, toma água, deita de novo, acende a luz, lê mais um pouco, se estira, respira, fundo, mais fundo, relaxa, põe o livro de lado, desiste, levanta, faz um chá, toma, lava a caneca, enche outro copo d'água, pensa que pode ser água demais pra uma madrugada só na mesma bexiga, deita, cobre, vira de lado, pra cima, escuta os filhos ressonando, ouve o barulho da rua, vira de barriga pra baixo, ouve os filhotinhos da Gaia reclamando, vira do outro lado,
levanta, vai ver o que é, passa na sala, pensa num DVD, desiste, abre os armários, pega uma bolacha, volta pro quarto, desiste de sofrer e vai pro computador escrever bestagem.(olha bem lá embaixo que horas são!)

Coisincrível, né?



***


Da série: Um poeminha na madrugada.



Sossega Coração! Não Desesperes!


Fernando Pessoa

Sossega, coração! Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.

Então, livre de falsas nostalgias,

Atingirás a perfeição de seres.

Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!

Pobre esperença a de existir somente!

Como quem passa a mão pelo cabelo

E em si mesmo se sente diferente,

Como faz mal ao sonho o concebê-lo!
Sossega, coração, contudo! Dorme!

O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,

A grande, universal, solente pausa

Antes que tudo em tudo se transforme.



2 comentários:

Ana Paula disse...

Tamos navegando águas parecidas, só digo isso...

Mi disse...

Pffffff...sei beeeeeeeeeeem o que eh isso.
E ai quando vc pensa em dormir, ja eh hora de acordar neh?
=oS
beijos e loviu