terça-feira, 18 de novembro de 2008

Da série: Eu hein? Ou quando as coisas ficam estranhinhas



O Observatório da Imprensa publicou uma denúncia devido ao silêncio da mídia,
diante do acordo bilateral assinado entre BRASIL e VATICANO.

Eu tenho arrepios ancestrais!
A Santa Inquição deve ter me queimado noutra vida. De-tes-to essas conversinhas papais com o estado.
E nem precisamos ir muito pra trás, num é mesmo?
Quem acompanhou o julgamento das células-tronco no Supremo pode fazer um rewind e ter uns engulhos de amostra grátis. É só lembrar da argumentação dos representantes de igrejas/templos/seitas and so on. Blergh! pra dizer o mínimo.


***


O El País publicou um infográfico espetacular sobre a Pirataria na Somália.
Eu fiquei ba-ban-do!
E me lembrei na hora do meu amigo Davi, aficcionado em histórias de Pirata.


***

Meu filho mais velho pediu pra passar a semana na casa do pai. Eu estranho essa necessidade, embora entenda. Eu fico triste, triste... Mas dou a ele o espaço que ele merece ter...Sinceramente, eu não sei as respostas, desconheço as fórmulas prontas, o caminho mais correto. Só entendo que ele, do alto dos seus 15 anos, pode tomar algumas decisões que já não me competem, algumas que me fogem, que eu não abarco. E ele toma. E eu... permito. É o espaço dele. Eu acho...


***

Choveu incansavelmente nessa cidade. Horas de chuva, muitas. E eu sai de casa de botas e guarda-chuva vermelho. Si, si. Rubro. Lindo. Era uma gotinha de tinta no meio de tanto cinza. Meus olhos ficaram felizes de ter um coloridinho pra ver. Um ar geladinho e úmido nessa cidade é artigo raro. O problema é só abandonar marido e edredon de manhã... e ver filhote dormindo quentinho e não me enroscar nele.

***

A NET de alguém em Brasília ficou sem as TVs abertas ontem?
E nos últimos minutinhos da entrevista do Jamie Oliver
no Late Show, na hora de provar a lula que ele preparou... tb saiu do ar?
Digam que sim, ou eu vou pensar em Uruca.


***

Minhas férias estão a um palmo do vão do despenhadeiro.
Oremos, irmãos.

Porque começar 2009 sem um tiquinho de Bahia não dá.

2 comentários:

Maria Muadiê disse...

Bela,
os arrepios ancestrais procedem, mana, "só quem queimou na fogueira, sabe o que é ser carvão".
Quanto ao seu filhote mais velho, é isso mesmo, acho que vc está certa.
Quanta as féria, oremos! A Bahia te espera.
beijo
Martha

Ana Paula disse...

Bela, saudades imensas de você. Vc me mandou um e-mail lindo e amoroso no começo da semana, eu te respondi numa vaibe desabafo total, e vc não respondeu de volta, fiquei preocupada de ter dito algo que não devia...
Tamos no mesmo barco com relação a filhos adolescentes. eu acho que vc tá certíssima. Dói, mas é o que a gente deve fazer.
Rezarei pelas tuas férias, querida! Eu bem queria tê-las também, ai, ai...