quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Lady Murphy ou a batalha em busca da secretária perfeita

você viu que o The Police vem ao Brasil, em dezembro, pra tocar no MA-RA-CA?
***


O tempo continua péssimo, mas eu tenho me divertido horrores com as candidatas à minha secretária do lar.

(É, meu bem, eu disse empregada doméstica aqui, na semana passada, e recebi logo um puxão de orelha politicamente corretivo.)

Olha bem os melhores "momeintos":

Vânia, 25 anos, separada, 1 filho de 5 que é criado pela mãe dela.
Pode dormir, tem referência.
Entrevista toda boa, ela muito fluente, simpática e foi atenciosamente carinhosa com Caio.
No final, eu pedi os documentos dela: carteira de trabalho, carteira de saúde, identidade.
Normal, né?
Lá vem ela: "mas tem uma coisa...eu não lavo... nem passo."


Eu, em conversa autista imediata: sobra pra mim, por supuesto!

A propósito, eu vivo num apartamento de 3 quartos, sala, dependência de empregada...
Os meus dois meninos, eu e marido, mais cachorra Gaia.
Tomamos um café da manhã frugal, não jantamos, lanchamos...ou seja, ela vai fazer almoço e limpar a casa e dormir 17 horas por dia?

Claro que era e-xa-ta-men-te isso que eu tinha em mente.


Lá vem a Ilsiane (diz-se ilziane, por favor) do Piauí.
41 anos, sem filhos, amigada com um sujeito que ficou lá na terra dela.
Cozinheira de mão cheia, nunca tinha entrado num prédio na vida. Elevador?
"Graças a Deus que senhora mora no logo no primeiro piso. Porque eu não entro naquela caixinha lá, de jeito e maneira."


Mas uma simpatia! Fiquei encantada, até que...


"Mas dona, eu antes cuidava era de uma casa com oito quartos. E o quarto de eu dormir era uma casa atrás, com cozinha e até um varandado só pra mim".


E ela deixa claro que eu sou a mais miseravelmente pobre das patroas que ela já viu.

Lá na frente, ela me diz que o namorado ficou lá, mas que eles não se separaram, não.

Eu quero saber como vai ser, operacionalmente falando, isso. E ela me sugere, sorridente, que de 15 em 15 dias ela irá ao Piauí, ver o amado.

Eu tentei explicar que Brasília fica um pouco longe...que Piauí não é Goiânia.

Mas não é que fica longe, o problema. É que eu sou pobre e não posso mandá-la de avião, penso eu, com os meus surpresos e humilhados botõezinhos de classe média.

E atenção: a vaga ainda está aberta!

Increditavelmente, né mesmo?

8 comentários:

Ana Paula disse...

Caramba! Não imaginava que o mercado aí em bras-ilha (como diz a cam) estivesse tão competitivo, tão inflacionado. Tou pensando até em me oferecer pra ir trabaiá aí pra senhora. A Madame tá pagando quanto?


Police no Maraca em dezembro? G-sus!!!! Eu fui no Maracanãzinho 20 anos atrás, quando eles estavam lançando o ghost in the machine, com o sucesso Every little thing she does is magic. Vou de novo, óficourse!

Mi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mi disse...

Juuura que ta assim????

Ai gente, como eh bom ser desapegada dessa raca.
Nao tenho paciencia.
A ultima q tive (faz teeeeeeempo) lavou e passou uma blusa de cashimir azul minha q eu amava, xodo mesmo e nao sei como, encolheu. Ficou parecendo blusinha de recem nascido.
Um belo dia fui vestir, abri o armario, peguei, olhei, achei ate "engracadinho" e comentei com o Padu: " Olha, a dona fulana deve ter lavado a roupinha do filho dela junto com as nossas e por engano guardou aqui. E Padu com toda a ironia do mundo, abaixou o jornal q estava lendo na cama e falou: "Nao sabia q a Zara fazia roupas pra criancas"
E os meus olhos grudaram na testa igual aos do Horacio da Turma da Monica.
Fui reclamar e virei a monstra do predio (ela era mulher do zelador). Ela disse q pagava o preco q fosse pela blusa, q ela nunca tinha manchado um pano de prato q fosse e q nao trabalhava mais pra mim apartir daquele dia. Nem elevador ela pegava mais comigo, eh mole????
E isso foi soh por que eu disse: "Dona fulana, eu AAAAACHO q a senhora por engano e sem querer lavou e colocou a blusa azul pra secar na secadora e...."
Nem terminei e ela veio logo com as peitolas na minha cara.
Deusmelivreguarde dessa raca!!!!!!

hahahahaha...olha o comentario, deu um post!
AMO vc sua doida
=oD

Bela disse...

hahahahahaha
Amei o post!
fia, a finérrima e lerrítima cashmere só tem um defeitinho: é hidrófoba!

E essas peças, eu não posso viver sem, nêga. Eu trabalho frito douda, vivo correndo, me metendo em encrencas mís...tem que ter alguém na retaguarda, cuidando do QG.

Beijos beijos

Liamooo, coooisa!

Bela disse...

Ana Paula-Amoreca,
casa, comida, roupa lavada, massagem nas costas, escaldapé, cafuné e afofações garantidas, qué tál?
Afora as coisas magavilindas da cozinha bocoióla, feitas por mim mesma...assim como os comentários bocós! hehehehehe

Loviú

Mani disse...

Engraçado, minha fiel escudeira, só gosta de ser chamada de empregada doméstica, com muito orgulho, sim senhor. Ela diz que secretária tem que saber "bater maquina". Pena que não tem uma clone pra ti!

Carla San disse...

Bela, eu tumém vou ver o The Police!!!! Vai ter caravana Falmiga pra gente ir ver o Sting???
Bjs

Cynthia disse...

Essa do "não lavo e não passo" me lembrou uma amiga da minha mãe, que ao ouvir coisa parecida de uma candidata - ainda por cima acrescido de um "não cozinho bem e não cuido de criança", hahaha - não perdeu um minuto : perguntou "Mas cê fala francês e toca piano, né ?" e ao ver a cara de tacho da outra, explicou "é que eu só gosto de lavar, passar, cozinhar e cuidar das crianças com a empregada tocando piano e cantando em francês pra mim o tempo todo."

;o)